João ninguém

agosto 05, 2016

Com todo o ar de 'cara misterioso', João finge não ter sentimentos. Costuma dizer que drama é novela, mas tem um coração tão enorme que nem cabe nesse céu. Se faz de difícil e no inicio você até acredita, por que ele te faz acreditar que é difícil resolver o seu sistema de equações, mas com o tempo ele se torna 1+1 e logo depois você descobre que ele é um simples 2.
É sensível, apesar de se fazer de durão, e por esse motivo não te deixa acomodar-se nele. João criou uma auto-defesa fazendo com que ninguém se aproxime, o descubra, e muito menos se apaixone. Confesso que já tentei inúmeras vezes, mas essa auto-defesa dele me impossibilita de o amar. Mas na verdade isso que ele chama de auto-defesa é uma auto-sabotagem. Não deixa ninguém se aproximar, só pra não se apegar, não sentir demais e no fim, acabar se machucando. Viver assim é como viver dentro de uma bolha, se isolando de todos os sentimentos que somos capazes de sentir. Principalmente do mais puro, o amor.

Ah, João... Deixa eu te falar uma coisinha aqui nesse pequeno pedaço de papel que com certeza você não lerá e ele talvez voará por aí para encontrar algum outro João ninguém que precisa, assim como você, ouvir muitas e boas. Dê o espaço que você não me deu à Maria, ela quer entrar, quer passar pela porta, quer se acomodar, te passar a melhor versão dela e quer gostar de ficar. Ela quer conhecer teu caos, reconhecer teu jeito, então, vamo, João. Abre o peito.





Artigos relacionados

0 comentários